sexta-feira, 24 de abril de 2015

Quirerinha | Canjiquinha | Culinária mineira.

Canjiquinha ou quirerinha
é o milho branco ou amarelo, sem película, quebrado grosseiramente.
Às vezes há muita disparidade entre o menor e o maior
tamanho de grânulo e isto pode dificultar o cozimento.


Foto: http://entretenimento.band.uol.com.br/diadia/receita.asp?n=Quirerinha-Mineira&r=20945


Por isto é bom sempre passar por peneira antes de cozinhar.
Os grânulos mais finos podem ser usados como polenta.
E os mais graúdos, como de costume. Costumo preparar canjiquinha mole,
com frango, ensopada com carne de porco, ou em sopa com ovos
ou legumes, mas gosto também de fazer como arroz, usando
as mesmas medidas, uma parte de grãos para duas de água,
refogada antes com manteiga ou banha e alho amassado
e temperada com sal e talvez um pouco de pimenta.

Fica gostosa e agradável de se comer quando
recém tirada do fogo, ainda macia, cremosa, mas ao esfriar
logo gelatiniza como um manjar, formando grandes grumos
pouco convidativos para uma próxima refeição.
Saiba mais sobre a Quirerinha ou Canjiquinha
prato da Culinária mineira.


Fonte:
http://come-se.blogspot.com.br/2012/07/canjiquinha-branca-ou-amarela-solta-pra.html

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Sardella | Antepasto | Pasta típica do Sul da Itália

É uma espessa pasta em conserva vermelho-escuro.
Com sua origem na costa calabresa, a Sardella
é originalmente produzida com alevinos de sardinhas
marinados em sal grosso marinho, posteriormente
misturados com páprica doce ou picante e sementes de erva-doce.


Foto: http://agdah.blogspot.com.br/2007/07/sardela.html


O azeite extravirgem é adicionado
apenas no momento de servir, como umectante.
Na versão paulistana, a Sardela, surge
com a chegada dos imigrantes calabreses
no final do século XIX, em São Paulo, e,
com o passar do tempo, sua receita ganhou
em praticidade e em número de ingredientes.

Na Calábria a Sardella, além de antepasto,
é servida sobre um prato de spaghetti,
sobre pizzas e outros pratos de frutos do mar.
Saiba mais sobre a Sardella
Pasta típica do Sul da Itália.


Fonte: http://www.dicionarioinformal.com.br/sardela/

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Chantilly | Creme chantili

O creme chantili (do francês chantilly)
é um tipo de creme fresco de leite (nata)
fortemente emulsionado, ligeiramente açucarado
e com leve aroma de baunilha.
Serve para ser recheio e cobertura de bolos, colocados em cafés.


É duvidosa a origem do chantilly,
uns atribuem sua origem aos doceiros da casa dos Médicis,
na França, no Castelo de chantilly, por isso o nome.


Foto: http://culinaria.culturamix.com/receitas/tortas/receitas-de-chantilly-para-cobrir-bolos-e-doces


O cozinheiro François Vatel descobriu que o leite era gorduroso
e perfeito para ser batido e transformado em creme
quando adicionado com um pouco de açúcar.
Conta a historia que Vatel percebeu que durante um jantar,
os convidados sentados a mesa e não tinha ovos
para fazer claras em neves, ele colocou creme de leite numa tigela
e começou a bater sem parar, acrescentou açúcar,
o creme endureceu e todos aprovaram a sobremesa.

O modo de fazer do creme “chantilly
foi transmitido oralmente, por entre as gerações e por isso
existem poucos registros escritos sobre sua origem.
Mesmo assim a iguaria passou a ser muito consumida
e em 1819 o marquês Luis de Cussy inventou
a clássica sobremesa Creme chantilly com morango.

Essa sobremesa foi criada para Napoleão Bonaparte,
e representava o sangue dos soldados na guerra
da Espanha e a paz que todos desejavam.
Saiba mais sobre o creme chantili

Fonte:
http://culinaria.culturamix.com/receitas/tortas/receitas-de-chantilly-para-cobrir-bolos-e-doces
http://pt.wikipedia.org/wiki/Creme_chantili

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Sachertorte | Um Pedaço de Vienna

Massa de chocolate meio amargo com recheio
de damasco e cobertura de chocolate amargo.
Como a torta é um pouco seca,
fica ainda mais gostosa se for umedecida com chantilly.


Foto: http://www.voali.com.br/a-original-sachertorte-de-viena/


Sachertorte é um bolo de chocolate, inventado por
Franz Sacher em 1832 para o príncipe
Metternich em Viena, capital da Áustria.
É uma das mais famosas especialidades gastronómicas da cidade.

O bolo consiste de duas camadas de massa de chocolate,
não excessivamente doce, com uma pequena camada
de compota de alperce no meio e uma cobertura de chocolate negro,
com lascas de chocolate em cima e dos lados.

É tradicionalmente servido com chantilly
(Schlagsahne, na Alemanha; Schlagobers, na Áustria),
sendo considerada pela maior parte dos vieneses
como sendo demasiado "seca" para ser consumida simples.
Saiba mais sobre Sachertorte, uma torta de chocolate.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sachertorte

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Pita | Pão árabe | Pão sírio

Tem sido usado por séculos
como alimento e também como utensílio,
porque os ingredientes de uma refeição podem ser
colocados dentro para consumo, como um recheio.

O pão foi cozido pela primeira vez por nômades árabes
durante a suas viagens em caravanas.


Foto: mhttp://padma.ocnk.net/product/353


Pita é um pão de trigo tipo “envelope”, um pão folha
(designação usada no Brasil para pão achatado de origem árabe)
que pode ser recheado e consumido como um sanduiche.

É popular em todos os países
que resultaram do colapso do Império Otomano
e também nos países ocidentais que albergam uma população
importante do Médio Oriente, Turquia ou países vizinhos.
"Khobz" ou “khubz” são os termos gerais em língua árabe
para designar qualquer tipo de pão.

O nome parece ter origem numa antiga palavra grega
com o significado de “sólido”, mas na língua grega moderna,
o sufixo “pita” aparece em muitas palavras que designam
alimentos recheados, como kasseropita,
o pastel recheado de “kasseri”, um tipo de queijo, tiropita,
com queijo e ovo, ou spanakopita, recheada de espinafre.
Saiba mais sobre Pita
um pão de trigo tipo “envelope”, um pão folha
que pode ser recheado e consumido como um sanduiche.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pita_%28p%C3%A3o%29

terça-feira, 7 de abril de 2015

Chipa | Biscoito tradicional da culinária paraguaia

O Chipa é um biscoito tradicional da culinária paraguaia,

semelhante ao pão de queijo mineiro,
porém com consistência e sabor próprio.

Foto: http://www.campograndenoticias.com.br/capa/chipa-5245.html


Em geral, o preparo de sua massa requer polvilho,
óleo vegetal ou azeite de oliva, queijo ralado, ovos e sal.

Após pronta a massa, os chipas são confeccionados
sempre em forma de "ferradura"
(o pão de queijo mineiro é em formato de bolinhas)
e levados ao forno para assar.Pode-se acrescentar
margarina no lugar do óleo vegetal.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Chipa

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Painço | Um cereal nutritivo | Emagrece e faz bem à saúde

Essa semente é fonte de minerais, proteínas e carboidratos


O painço é usualmente utilizado na alimentação de pássaros,
mas, o que poucas pessoas sabem, é que
este composto de grãos e cereais apresenta
nutrientes muito benéficos à nossa saúde.

Foto: http://www.suadieta.com.br/Materias/1766/alimentacao/painco-emagrece-e-faz-bem-a-saude


O painço é fonte de magnésio, triptofano, manganês e fósforo.
É também rico em proteínas, assim como o trigo, porém
não contém glúten, sendo uma boa opção na dieta dos celíacos.

É um cereal de fácil ingestão devido seu baixo teor de gordura.
A proteína torna lenta a absorção de carboidratos e, dessa forma,
diminui e índices glicêmicos, aumentando a saciedade e
diminuindo a velocidade da formação de gorduras.
Além disso, é matéria prima na formação de massa muscular,
tecido conectivo, tecido conjuntivo assim como colágeno.
Saiba mais sobre o Painço, um cereal nutritivo
que emagrece e faz bem à saúde.


Fonte:
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/13013-painco-auxilia-perda-de-peso-e-ajuda-na-prevencao-do-cancer